A Mais Pura Verdade


Título: A Mais Pura Verdade
Autor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
ISBN: 9788581636337

Mark está doente há muito, muito tempo e está cansado disso. Está cansado do hospital, dos tratamentos, de todos fingirem que está tudo bem, tentando ser fortes para ele. Aos doze anos, Mark está decidido: ele irá escalar o Monte Rainier, a montanha selvagem com 4392 metros de altitude. Escalar o Monte Rainier é um desejo que ele tem faz tempo e é também uma promessa. 

Assim, Mark se prepara para partir, levando o necessário para a sua viagem só de ida. Equipamento de alpinismo, remédios, caderno e caneta, para compor seus haicais, uma máquina fotográfica analógica e o melhor cachorro do mundo, Beau, um vira-lata com um olho verde e o outro castanho, capaz de enfrentar qualquer coisa ao lado de seu dono. 

Quando seus pais encontram o bilhete deixado por Mark, a polícia logo vai atrás do garoto, especialmente pela sua condição, afinal fazem poucas horas que ele sumiu. Mas Mark tomou todas as precauções possíveis para não ser pego, só não contava com sua foto na televisão como a de uma criança desaparecida e um número para contato. 

Enquanto seus pais ficam cada vez mais angustiados com o sumiço do filho, Jessie, sua melhor amiga há muitos anos, pode sentir a dor do seu amigo, mesmo ele estando tão longe e Mark, sozinho com Beau enfrentando o mundo, pode sentir que sua amiga está lá com ele. É assim que a amizade dos dois funciona, mas Jessie sente a falta do amigo, um tipo de saudade que quase parece raiva e ela sabe para onde ele está indo e porquê. Mark sempre confiara na amiga, mas Jessie está triste e confusa e não sabe o que fazer: deveria trazer o amigo de volta e salvá-lo ou salvá-lo e deixá-lo ir adiante com seu plano? 

"Isto é uma coisa que eu não entendo: por que as pessoas gostam de levar consigo uma coisa que as faz lembrar de que suas vidas estão indo embora. 

Joguei o relógio com toda a minha força. Ele se espatifou no concreto. O vidro rachou, mas não quebrou. Travei a mandíbula e pisei nele, tão forte que meu pé doeu. O vidro se despedaçou e eu pisei mais uma vez, e aí os ponteiros entortaram. Pisei de novo, e de novo". (p. 11)

A Mais Pura Verdade, livro de estreia de Dan Gemeinhart, aborda questões como a amizade, a solidão e a morte e traz uma história com momentos tocantes e de reflexão, com um personagem que possui uma grande carga dramática, mas que ao mesmo tempo consegue passar toda uma leveza através de uma narrativa amena, voltada para o público mais jovem. 

Existem belos momentos nessa história, assim como reflexões valiosas e a falta de uma maturidade ao texto não simboliza uma queda de qualidade, apenas não irá agradar leitores que buscam histórias mais intensas. Mesmo assim, é um livro que comove pela simplicidade e delicadeza. 

O livro estará nas livrarias a partir do dia 16 de março!

2 comentários:

  1. Olá!
    Me senti atraída por esta história, desde a primeira vez que li sobre este livro.
    Você diz que o livro comove pela simplicidade e delicadeza. E talvez, a mais pura verdade seja assim mesmo, simples e delicada.
    Quero muito ler A Mais Pura Verdade.

    Beijos!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. aos pouquinhos este livro esta me conquistando, tenho lido uma opinião aqui outra acolá que tem me estimulado bastante!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir